No último dia 27 de julho, promotoras legais populares de mais de trinta cidades do estado e de outras capitais reuniram-se em São Paulo para celebrar os 25 anos do projeto de educação popular feminista em direitos que começou sua jornada em 1994, no estado, pela União de Mulheres do Município de São Paulo.

A partir do trabalho realizado pela União de Mulheres o projeto foi sendo levado para outras cidades por mulheres que frequentaram os encontros de formação no projeto em São Paulo ou em outras localidades, construindo uma rede de mulheres e coletivos de mulheres que lutam pela igualdade de direitos entre mulheres e homens.

O Seminário 25 Anos PLPs 2019 aconteceu no Auditório da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, sendo realizado em parceria com o NUDEM de São Paulo (Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos das Mulheres da Defensoria Pública do Estado de São Paulo), e com o apoio da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, da EDEPE (Escola da Defensoria Pública do Estado de São Paulo), da Ouvidoria da Defensoria Pública do Estado de São Paulo e da iniciativa Mattos Filho 100% Pro Bono.

Além de celebrar e refletir sobre os 25 anos do movimento das promotoras legais populares, o encontro também foi um momento de diálogo sobre a questão do tráfico de pessoas, especialmente de mulheres e meninas, seu enfrentamento, balizado pela lei nº 13.344/2016 que trata da prevenção e repressão ao tráfico interno e internacional de pessoas e sobre medidas de atenção às vítimas. Para apoiar esse debate, foram impressas e distribuídas cartilhas sobre a trajetória do projeto e sobre a Lei de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.

Ao longo do dia, mais de 230 mulheres puderam trocar experiências e informações para fortalecerem sua atuação como promotoras legais populares na Região Metropolitana de São Paulo (Guarulhos, Mogi das Cruzes, Santo André Capuava, Mauá, São Bernardo do Campo, Santo André PROLEG, Ribeirão Pires, São Paulo, Diadema, Itaquaquecetuba, Suzano e São Caetano do Sul), no interior (Araraquara, Jundiaí, Piracicaba, Jaú, Bragança Paulista, Campinas, São José dos Campos, Cordeirópolis, Sorocaba, Mairinque, São Carlos e Ribeirão Preto), no litoral (Praia Grande, Bertioga, Guarujá, Santos, São Vicente e Peruíbe) e em outras capitais (Rio de Janeiro e Brasília).

Para marcar a renovação do compromisso histórico das promotoras legais populares com sua atuação pela igualdade de direitos entre mulheres e homens também foi elaborada e assinada pelos coletivos uma Carta de Compromisso dos 25 Anos das PLPs, como em 1994 foi elaborada a Carta de Princípios das PLPs que norteia a implantação e manutenção do projeto nas diversas localidades até hoje.

Além disso, a artista feminista Marta Baião, criadora do logo do projeto Promotoras Legais Populares da União de Mulheres do Município de São Paulo, compartilhado com os coletivos parceiros e alinhados à Carta de Princípios das PLPs, elaborou uma peça comemorativa de releitura do logo que foi utilizado no cartaz comemorativo do aniversário da iniciativa.

Foi um dia memorável de celebração para todas as participantes com muito afeto e fortalecimento. Parabéns a todas as mulheres e coletivos de mulheres que fazem parte desta jornada de luta e de sucesso de 25 anos!

 

MesaSaudacaoAberturaMesa de abertura com saudações de (da esq. para a dir.) Vera Oscar, PLP de Santos, Regina Teodoro, PLP de Campinas, Amelinha Teles, PLP de São Paulo, Paula Machado, do NUDEM de São Paulo, Vanderli Carvalho, PLP de Mauá e Camila Godoi, PLP de Jundiaí.

 

CartilhaDistribuidasVerônica Paiva, PLP de São Caetano do Sul, mostra uma das cartilhas distribuídas no Seminário em que é apresentada a Lei nº 13.344/2016, de enfrentamento ao tráfico de pessoas.

 

MesaAtucaoTrajetoriaPLPsSeção sobre os depoimentos do histórico de luta das PLPs e das mulheres e coletivos de mulheres foi aberta com mesa composta por Magali Mendes, PLP de Campinas, Amelinha Teles, PLP de São Paulo e Rute Alonso, PLP de São Paulo. O Seminário contou com o serviço de interpretação de Libras para tornar o debate mais acessível para as mulheres presentes e para o público posterior das gravações.

 

VisaoGeralMais de 230 mulheres de mais de 30 cidades reuniram-se para celebrarem os 25 anos de sucesso do projeto Promotoras Legais Populares e trocarem experiências e informações.

 

MomentoAlmocoMomento de descontração do delicioso almoço, alimentando o corpo para fortalecer o espírito do debate.

 

MesaEnfrentamentoTraficoPessoasMesa sobre o enfrentamento ao tráfico de pessoas, especialmente de mulheres e meninas com (da esq. para a dir.) Fabiana Severo, defensora pública da União, Vera Vieira, da Associação Mulheres pela Paz, Dulce Xavier, PLP de São Bernardo do Campo e Paula Machado, defensora pública do Estado e coordenadora do NUDEM de São Paulo.

 

PocketShowClandestinasEncerramento do Seminário com pocket show da banda Clandestinas de Jundiaí, rock feminista para abalar as estruturas!

 

Imagens: Ivone Patriota

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

anexos
  • pocketshowclandestinas
  • mesaenfrentamentotraficopessoas
  • momentoalmoco
  • visaogeral
  • mesaatucaotrajetoriaplps
  • cartilhadistribuidas
  • mesasaudacaoabertura

Posts relacionados