A Série foi originalmente publicada em sua página do Facebook e reproduzimos a seguir:

14707908_1331800356853218_9183664430492090608_o

Primeiro quero tratar “O que é uma relacionamento abusivo”, em seguida “Como identificar um RA” e “O que fazer para sair/ajudar”.
Escolhi a Harley Quinn ou Arlequina para ilustrar essa série porque é uma personagem muito querida mas, como todos sabem, apaixonada e em relacionamento bem conturbado e abusivo. Não pretendo entrar no assunto Coringa, porque o foco é tratar no problema REAL. Ok?
Sei que é um assunto pesado e que pode deixar muitas pessoas incomodadas, inclusive eu, mas vou tenta o meu melhor e, por favor, deêm opiniões, vamos conversar sobre esse assunto, porque esse é o PRIMEIRO PASSO!

14589916_1332543570112230_5130996886380040201_o

O Relacionamento Abusivo nem sempre se concretiza em violência física. Ele pode ser sutil, causado por pequenos atos de violência psicológica, pequenos comportamentos que tiram a liberdade, auto-confiança e segurança de alguém.
É bastante comum que alguém esteja sofrendo sem saber o que está causando esse sofrimento, porque costumamos romantizar alguns abusos.
Esse sofrimento aumenta tanto que pode destruir o psicologico de uma pessoa. Vamos falar dos tipos de abusos e de como ficar atenta sobre eles. Vamos dialogar e lembrar de ter empatia com pessoas que sofrem ou já sofreram com isso.”

14691360_1333783223321598_2553236033607009226_o

Vamos começar a falar sobre as outras formas que uma pessoas pode reconhecer o relacionamento abusivo. É nesse ponto que tudo se torna mais nebuloso, porque existem situações que são aceitos pela maioria que privam, aprisionam pessoas. Manipulação, ameaças, controle de redes sociais, controle de bens, controle de vestuário, xingamento e ofensa da dignidade são só algumas das formas que um relacionamento pode ser toxico e acabar fazendo muito mal para as pessoas envolvidas.

14711184_1334745023225418_7426720419572262271_o

Violência psicológica é ó assédio que gera humilhação, manipulação e controle por parte do agressor. Exemplos comuns são, por exemplo, quando a pessoa controla com quem você anda, o que faz, o que veste ela está sendo abusiva com você.
Reclamar com frequência dos seus amigos, das tuas roupas, das tuas escolhas e te induzir a muda-las não é algo saudável.

Outra forma que é bastante naturalizada, a que a mulher não precisa de fonte de renda e pode ser sustentada pelo marido. Claro, isso vem perdendo força mas ainda existe muitos casos, porque retendo o dinheiro da vitima, o agressor tem mais controle sobre ela. E essa prisão é umas das causas que muitas mulheres não conseguem escapar do relacionamento abusivo, porque não tem perspectiva de como sobreviver sem bens e dinheiro. Se a vitima já teve filhos, isso se torna ainda mais dificil.

14711631_1337343372965583_5933432093024682823_o

Violência moral acontece quando a dignidade da vitima entra em jogo. Um exemplo é a divulgação de fotos pessoais, como o revenge porn, onde por exemplo, a vitima é acusada de traição, e tem suas fotos pessoais vazadas na rede. Isso poem em risco trabalhos, estudo, o ambiente familiar e claro, a saúde da vítima.

14692190_1338682586164995_7715536800713306261_o

A pessoa te ataca fisicamente ou te ameaça fisicamente, joga objetos na tua direção durante brigas? Destrói objetos, tende a demonstrar comportamento violento quando está com raiva (mesmo que não chegue a te bater)? Isso é muito sério e pode ter consequencias tão sérias quanto.
Continue acompanhando, logo vou entrar no assunto de como pedir ajuda ou sair desse problema. Se você conhece alguém que pode estar passando por esse problema, tente informar a pessoa, tente ajudar. Em “briga de marido e mulher” se mete a colher sim.

14715645_1341932932506627_1381206908025563858_o

A pessoa te força a fazer qualquer tipo de ato sexual quando você não quer/não está pronta; faz chantagem emocional para que você faça sexo?
Definitivamente isso é um relacionamento abusivo.

Essas forças de abusos (vide outras imagens publicadas anteriormente no album) são as formas que um relacionamento abusivo pode ser.
Infelizmente existem muitas situações diferentes.
Algo que pode ajudar é entender como você se sente sobre seu relacionamento, e é isso que as próximas imagens vão falar.

14853174_1342916915741562_8923325970695693466_o

Você se sente assustada com a forma que o parceiro vai agir ou reagir se você pedir-cobrar algo?
Você tem medo de terminar porque não sabe como a pessoa vai reagir?
Você acredita que tudo é sua culpa e evita qualquer coisa que possa causar conflito ou irritar o parceiro? Não, você não deveria estar sentindo isso, por isso é importante notar se seu relacionamento está mesmo sendo saudável pra você.

14917026_1350228025010451_7693464528023453053_o

Nas próximas imagem quero falar sobre como sair ou buscar ajuda para sair de um relacionamento abusivo. Não é simples, eu sei, mas acredito que informação ajuda de alguma forma e espero estar conseguindo isso.

15025244_1355577874475466_9109774678092593581_o

Um exemplo de dependência psicológica é ser menosprezada o tempo todo, tanto intelectualmente quando a aparência física e, mesmo quando a violência física acontece, a vítima não consegue enxergar uma vida possível a partir da separação, por mais que outras pessoas apontem as alternativas.

Além da questão psicológica, muitas mulheres não possuem alternativas concretas para deixarem o relacionamento. Desde a falta de suporte da família, até a falta de recursos financeiros, muitos elementos se juntam e criam um verdadeiro muro de isolamento.
Em incontáveis casos, permanecer na relação sofrendo violência é a única alternativa para que aquela mulher continue comendo, vestindo e morando sob um teto – ainda que tudo isso seja controlado com crueldade.

Para aquela mulher que tem filhos com o agressor, a situação é ainda mais difícil, pois dificilmente a justiça funciona com rapidez para garantir a proteção e o afastamento do indivíduo que violenta a mulher. Muitos abusadores usam os filhos como brecha para se aproximarem da vítima e muitas vezes essa única oportunidade acaba com a morte da mulher e até mesmo das crianças.

14976555_1360112090688711_9065040250060753298_o

É importante lembrar que existem diferentes recursos de apoio para mulheres que vivem um relacionamento abusivo e você precisa ir atrás desses recursos! (vou falar deles na proxima imagem). Mas antes de mais nada, você precisa de apoio. Se você conhece alguém passando por essa situação, compartilhe informações, apoie. É muito dificil romper esse tipo de relacionamento, mas você vai conseguir!

15069057_1363310137035573_1823359155487853170_o

Dicas para denuncias:
– Delegacias Especializadas de Defesa dos Direitos das Mulher –
As DEAMs são unidades especializadas da Polícia Civil para atendimento
às mulheres em situação de violência.

– Delegacias de Polícia –
Caso a DEAM esteja fechada é possivel procurar qualquer delegacia próxima
aos seu domicílio para denunciar a agressão e pedir para que sejam tomadas
as medidas de proteção necessárias.

– Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 –
Canal direto de orientação sobre direitos e serviços públicos para as
mulheres em todo o país, em especial as que sofrem violência doméstica e familiar. A ligação é gratuita.

15110528_1363383120361608_1962655799411622437_o

 

Fonte: x Enfrentando Relacionamentos Abusivos x 

Admiramos muito o trabalho da Kaol e acreditamos que atitudes como estas fazem grande diferença e auxiliam muitas garotas e mulheres.

Obrigada, Kaol, por ser incrível e continue com seus trabalhos maravilhosos!

 

anexos

Posts relacionados